top of page
Buscar
 Reconciliados caminhemos... RUMO AO DESERTO!

C. Neste mês lhe convidamos para rezar o que nos propõe o tempo da quaresma os conteúdos que nos ajudam adentrar rumo ao deserto para refletir o chamado que Deus faz a cada um (a) de nós na oportunidade de deixarmo-nos questionar por Deus neste tempo propício de interioridade. Ao iniciarmos, com jejum, penitência e oração a caminhada quaresmal, unindo-nos aos nossos irmãos da



Conferência Nacional dos Bispos do Brasil num hino de ação de graças ao Altíssimo pelos 60 anos da Campanha da Fraternidade, um itinerário de conversão que une fé e vida, espiritualidade e compromisso fraterno, amor a Deus e amor ao próximo, especialmente àquele mais fragilizado e necessitado de atenção. Este percurso é proposto cada ano à Igreja no Brasil e a todas as pessoas de boa vontade desta querida nação.


T. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém


Escolha um canto ♫


L1. O tema “Fraternidade e Amizade Social” e o lema “Vós sois todos irmãos e irmãs” (cf. Mt 23, 8), convite para trilhar, durante a Quaresma, um caminho de conversão baseado na Carta Encíclica Fratelli Tutti.

L2. Como irmãos e irmãs, somos convidados a construir uma verdadeira fraternidade universal que favoreça a nossa vida em sociedade e a nossa sobrevivência sobre a Terra, nossa Casa Comum, sem jamais perdermos de vista o Céu, onde o Pai nos acolherá a todos como seus filhos e filhas.

L3. “A quaresma é o tempo de graça em que o deserto volta a ser, como anuncia o profeta Oseias, o lugar do primeiro amor” (cf. Os.2,16-17).

T. “Através do deserto Deus guia-nos para a liberdade” o chamado para a liberdade constitui um vigoroso apelo. Não se reduz a um mero acontecimento, mas amadurece ao longo dum caminho”.

L4. Acompanhemos a leitura Mc. 1, 1-15, o que a Palavra de Deus nos convida?

(Após a leitura fazer um momento de silêncio, para que a Palavra possa frutificar em nossos corações.)


C. João Batista se preparou no deserto, e experimentou a ação de Deus. Viver com disciplina este deserto quaresmal significa silenciar interiormente, dedicar tempo em oração, realizar jejum e obras de caridade que conduzirão o cristão a uma experiência com o Pai.

L1. O deserto é o lugar em que se toma distância do barulho que nos circunda. É ausência de palavras para dar espaço a outra Palavra, a Palavra de Deus, que acaricia o nosso coração como a brisa suave. Portanto “a Quaresma é o tempo propício para abrir espaço à Palavra de Deus”.

L2. Na vida, buscamos satisfazer os sentidos, as necessidades, à medida que vão surgindo. Se tivermos fome, comemos; se temos sede, bebemos; se precisamos de alguma coisa, compramos. Que neste período quaresmal você deixe ser conduzido pelo Espírito Santo ao deserto para que possa compreender a sua vocação neste mundo. 

L3.  O Papa Francisco chama-nos atenção para um diálogo coração a coração, de amigo a amigo com Jesus. Fixar os braços abertos de Cristo crucificado e deixar-se salvar sempre de novo. “A Páscoa de Jesus, escreveu, não é um acontecimento do passado: pela força do Espírito Santo é sempre atual e permite-nos contemplar e tocar com fé a carne de Cristo em tantas pessoas que sofrem”.

T. Quem vive na presença de Deus aprende a sentir e agir conforme o coração de Deus (Beato Padre Luís Caburlotto)


Escolha um canto  ♫


L2. O deserto é o lugar do essencial. Olhemos as nossas vidas: quantas coisas inúteis nos rodeiam. Quanto nos faria bem nos libertarmos de tantas realidades supérfluas para redescobrir aquilo que conta, para reencontrar as faces de quem está próximo a nós! Também sobre isso Jesus nos dá o exemplo, jejuando. Jejuar é saber renunciar às coisas vãs, ao supérfluo, para ir ao essencial. Jejuar não é somente para emagrecer, jejuar é ir propriamente ao essencial, é buscar a beleza de uma vida mais simples.

L3. O deserto, enfim, é o lugar da solidão. Também hoje, próximo a nós, há tantos desertos. São as pessoas sozinhas e abandonadas. Quantos pobres e idosos estão próximos a nós e vivem no silêncio, sem fazer clamor, marginalizados e descartados! Falar deles não dá audiência. Mas o deserto nos conduz a eles, a quantos silenciados, pedem em silêncio a nossa ajuda. Tantos olhares silenciosos que pedem a nossa ajuda.

T.  O caminho no deserto quaresmal é um caminho de caridade em direção a quem é mais frágil. Trata-se, antes de tudo, da busca de um encontro pessoal consigo mesmo e com Deus. Espaço povoado ou despovoado, o que importa é o cultivo profundo do silêncio e da escuta.

C. Algumas provocações para refletir: Como viver sua missão e a partir de quê lugar? Buscando seu próprio interesse ou escutando fielmente a Palavra do Pai? Como deverá atuar? Dominando os outros ou pondo-se a seu serviço? Buscando sua própria glória ou a vontade de Deus? Centrando sua vida na busca de poder e riqueza ou assumindo uma vida pobre, como expressão de solidariedade com os mais excluídos?

 

♫ - Hino da Campanha da Fraternidade (CLIQUE PARA ABRIR A MÚSICA NO YOUTUBE)



 

C. Como irmãos e irmãs rezemos por todos vocacionados e de modo particular, neste mês, pela Ir. Érica, que no dia 17 de Março professará seus Votos Perpétuos, para que seja fiel no seguimento a Jesus na Consagração Religiosa. Pai Nosso...

 

Escolha um canto vocacional ♫



Faça o download do Arquivo em PDF - Fevereiro

pastoralvc_fevereiro2024pdf
.
Download • 502KB


32 visualizações0 comentário

Dia do Instituto 2024, reúne educadores das unidades escolares e obra social.


Educadores da Unidade Escolar de São José de Vila Matilde

Reconciliados, construamos a tenda da fraternidade.

Foi esse o tema desenvolvido no Dia do Instituto com os educadores das Escolas São José de Porto Feliz (17/01), Sagrada Família de Salto (18/01), São José de Vila Matilde (23/01); e com os educadores sociais do Instituto Social Caburlotto e Lar Dom Luís Caburlotto (30/01) em Santa Rita do Passa Quatro.


São José de Porto Feliz (17/01)


Inspirados no tema, todos os educadores do Instituto das Filhas de São José receberam formação para os processos educacionais do novo ano. A Madre Provincial Simone Pereira de Araújo abriu os trabalhos, contextualizando a origem do tema e motivando o empenho para construir caminhos de fraternidade, amizade social e cuidado com a Casa Comum a serem desenvolvidos junto aos educandos das Unidades Educativas.


Sagrada Família de Salto (18/01),


O encontro fundamentado na Campanha da Fraternidade 2024 (Fraternidade e Amizade Social) e na Encíclica Fratelli Tutti (Todos irmãos) do Papa Francisco foi oportunidade de reavivar o sonho de um mundo mais justo, solidário e fraterno e nortear a ação educativa dos educadores.


São José de Vila Matilde (23/01)




Como compromisso, permanece o convite para todos nós: Reconciliados, construamos a tenda da fraternidade.


Instituto Social Caburlotto e Lar Dom Luís Caburlotto (30/01) em Santa Rita do Passa Quatro.



Viva o Instituto das Filhas de São José!

52 visualizações0 comentário

C. Neste novo ano, sentimos o chamado a reforçar o convite para que dediquemos o dia 19 de cada mês como “um dia de oração pelas vocações”, junte-se a nós nessa importante missão de interceder pelas vocações: as orações podem ser feitas em casa, na Igreja ou em algum outro lugar onde vocês se sintam conectados com Deus. Na oração deste mês queremos lembrar que este ano acontecerá o 53º Congresso Eucarístico Internacional e a Campanha da Fraternidade (CF2024) celebra 60 anos, portanto é importante unirmos nossas orações a fim de que esses eventos sejam marcados pela graça de Deus, fortaleçam nossa fé e incentivem a vivência do amor fraterno em nossa sociedade.


T. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém


Escolha um canto ♫


L1. O Congresso Eucarístico Internacional será realizado em Quito, no Equador entre 08 e 15 de Setembro. Com o tema "Fraternidade para curar o mundo” e o lema “Vós sois todos irmãos” (Mt.23,8).

L2. A Campanha da Fraternidade traz como tema "Fraternidade e amizade social" e lema "Vós sois todos os irmãos e irmãs” (Mt.23,8).

L3. Foi utilizado o Tema e o Lema do 3º Ano Vocacional, mensagem para Jornada Mundial de Oração pelas Vocações.

C. Conforme o Pe. Jean Poul (Assessor do Setor de Campanhas da CNBB), o desejo é de que a fraternidade seja o remédio para curar o mundo doentio, sarar a sociedade enferma e recompor o tecido esgarçado da nossa convivência.

L4. A primeira CF em 1964 trazia como lema “Lembre-se você é também Igreja", um convite para que todos colocassem seus carismas à disposição da uma vida pastoral; neste ano em que celebramos 60 anos da criação da Campanha da Fraternidade, ela traz como objetivo despertar para o valor e a beleza da fraternidade humana, promovendo e fortalecendo os vínculos de amizade social, para que em Jesus Cristo, a paz seja realidade entre todas as pessoas e povos.

C. “Não existe realidade mais eloquente que dê provas do amor de Deus pela humanidade a não ser a Eucaristia. Este sacramento exprime de maneira sublime a misericórdia infinita de Cristo em relação a nós” (Beato Pe. Luís Caburlotto)


Escolha um canto eucarístico ♫


L2. “Participando da celebração eucarística quotidiana, a comunidade consolida e incrementa a unidade e a caridade, consegue a graça que torna capaz de oferecer a si mesma para os irmãos e partilhar com eles energias, tempo, trabalho e bens”. (17,54 da Constituição das Filhas de São José)

L3. Rezemos em dois coros a beleza que nos traz o logotipo do Congresso Eucarístico Internacional:

LA – A CRUZ de Cristo entra na carne do mundo para ser curada as feridas abertas pelo pecado, ali, onde Deus derramou seu amor em abundância;

LB – O CORAÇÃO ABERTO DE CRISTO na cruz é a fonte do amor, o crucificado é o Ressuscitado e, de braços abertos abraça a todos como irmãos reconciliados com o Pai;

LA – A HÓSTIA se refere a Eucaristia, ápice e fonte de toda vida cristã. A celebração Eucarística nos reúne na mesma mesa como filhos do mesmo Pai, vínculo de fraternidade;

LB – QUITO, escolhida como cidade eucarística, localizada na latitude zero, situada no meio do mundo, nos lembra que somos todos os irmãos.

T. Somos todos irmãos e irmãs.


L4. Acompanhemos o texto de Mt 23, 8-12.

Após a leitura fazer um momento de silêncio, para que a Palavra possa frutificar em nossos corações


C. Como irmãos e irmãs rezemos juntos: Pai Nosso...

C. Jesus Cristo, nosso mestre divino Pai e pastor, além de nos ensinar como rezar, nos prometeu que todas as vezes que pedirmos algo em seu nome, Ele o concederá (Jo 16,23), peçamos Vocações para o Reino de Deus. Que o Espírito Santo nos guie nessa jornada de oração e discernimento e que as vocações em nossas Comunidades sejam abençoadas!


Escolha um canto vocacional ♫


Faça o download do Arquivo em PDF - Janeiro:

pastoralvc_janeiro2024
.pdf
Download PDF • 222KB



2 visualizações0 comentário
1
2

Blog IFSJ

bottom of page