167º ANIVERSÁRIO DE FUNDAÇÃO INSTITUTO DAS FILHAS DE SÃO JOSÉ DO CABURLOTTO

30 DE ABRIL DE 1850 – 2017

O Beato Padre Luís Caburlotto, sacerdote que nasceu há 200 anos é um exemplo de fé, esperança, caridade, humildade, equilíbrio, simplicidade, ternura e paciência, voltado sempre a fazer a vontade de Deus, semeou a bondade e sua obra continua a produzir frutos até os dias de hoje.

Nasceu em 07 de junho de 1817, em Veneza. Com a situação daquela época, onde meninas e meninos andavam perambulando pelas ruas vítimas de maus costumes, fez com que o Beato Padre Luís iniciasse uma obra de caridade que acolhesse principalmente jovens pobres e abandonados.

O Beato inspirado por Deus fundou o Instituto das Filhas São José com três jovens, que se consagraram a Deus, tornaram-se as primeiras colaboradoras nessa missão educativa fundamentada na espiritualidade no mistério da Encarnação, tendo como modelo a Família de Nazaré.

Esse trabalho iniciado em Veneza – Itália, multiplicou-se, chegando ao Brasil, Filipinas e Quênia.

Este ano, celebramos no Brasil os 90 anos de presença e atuação educativa, sendo a primeira Casa em Santa Rita do Passa Quatro.



Em 09 de julho de 1897, aos 80 anos de peregrinação terrestre, o Beato Padre Luís Caburlotto foi chamado a celebrar sua páscoa eterna, deixando sua obra nas mãos das dedicadas Filhas de São José.

Após esse breve relato histórico, queremos louvar e bendizer o Senhor pelos inúmeros educandos e educadores que passaram pelas Escolas e Assistência Social do Instituto das Filhas de São José.

Nestes 167 anos de existência do nosso Instituto, as Irmãs e educadores leigos assimilaram o carisma educativo deixado como herança preciosa pelo nosso Beato Padre Luís, que deveria passar para as futuras gerações.


Celebraremos também o 2º ano da beatificação do Padre Luís no dia 16 de maio próximo e esperamos com a graça de Deus que ele seja canonizado em breve.

Recordemos o testamento que o Beato Padre Luís deixou às suas Filhas, verdadeira oração na vida concreta:


Minhas filhas,

Permanecei assim no Senhor, no espírito de simplicidade, de pequenez, de obediência, de humildade e doce submissão de intelecto, de dedicação espontânea e generosa, de desprendimento do mundo.

Permanecei assim no Senhor: na pureza do espírito, na integridade da observância e transmiti isto às futuras gerações. E recordai-vos que diante de tantas e grandes Instituições nós permaneceremos sempre a Pequena Casa de Nazaré.

Minhas Filhas, percorrei o vosso domínio: a Santa Regra. Eu trabalhei bastante para traçar-vos um caminho seguro com estes santos escritos, descendo aos mínimos detalhes; agora, esta é a minha maior glória.

Que a vossa primeira observância seja de estudar Jesus, não somente na oração, mas em tudo e em toda circunstância: tanto no tempo de trabalho como nos vossos momentos de lazer.

A tarefa da Filha de São José sobre a terra é a vida de nosso Senhor em Nazaré: vida de simplicidade e de santa infância, a tenra idade de Jesus. Vossas ações devem ser ordinárias aos olhos das criaturas, mas extraordinárias para Deus, pela força do amor.

A doçura, a humildade, a caridade são vosso manto de honra: por estes sinais reconhecerei as minhas verdadeiras Filhas.

O seu afetuosíssimo Padre

Pe. Luís Caburlotto

Rezemos umas para as outras a fim de que sejamos fiéis ao último desejo do nosso Fundador, que sempre sonhou nos ver revestidas do grande mandamento de Jesus: “Amem umas às outras como eu as amei” que é o testamento do nosso Mestre na última Ceia e ainda afirmando: “Não foram vocês que me escolheram, mas fui eu que escolhi vocês. Eu os destinei para ir e dar fruto e para que o fruto de vocês permaneça...”

Quem será este homem, de caridade tão ardente

Que questionou a ação de seu país:

Humildade, caridade são as marcas deste homem

Que se chamou: Monsenhor Luís.


destaque
recentes
Arquivo
pesquisa
No tags yet.
siga-Nos
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Social Icon