Por que as Filhas de São José? 165 anos de atuação no mundo

165 ANOWS INSTITUTO linhas.jpg

O Instituto das Filhas de São José celebra, neste dia 30 de abril de 2015, 165 anos de história vivida na Itália, no Brasil, nas Filipinas e no Quênia, no ano em que celebramos também a beatificação do Padre Luís Caburlotto (1817 – 1897).

Padre Luís Caburlotto foi sacerdote, pároco, educador, fundador do Instituto das Filhas de São José e, dotado de profunda sensibilidade e perspicaz intuição, sabia inspirar confiança e criar relações cordiais com todas as pessoas. Esta qualidade, acompanhada pela firmeza, foram preciosos dons que ele soube dispor ao serviço, ajudando a superar conflitos e a construir relações de respeito e de colaboração construtiva com pessoas de diferentes orientações ideológicas, sem ceder a comprometimentos, mesmo que tivesse de suportar dolorosas incompreensões, para não criar divisões.

Dessa sua maneira de ser e de atuar no mundo nasceu uma vigorosa ação educativa junto às meninas abandonadas, vítimas do contexto de guerra da Itália daquela época, uma ação que poderia ter sido vista como uma atividade comum na sua paróquia, mas que, para, além disto, originou-se na Palavra ouvida e meditada do Evangelho pelo Padre Luís.

Por força do seu testemunho do Padre Luís, o ímpeto de educar ecoou também na vida e no coração das catequistas que colaboravam em sua obra que, ouvindo também o apelo de Deus, atenderam à sua vocação à vida religiosa, pedindo ao Padre Luís por um instituto religioso.

Padre Luís acolheu o pedido das catequistas e passou a cuidar dos trâmites necessários para a fundação da Instituição e, em 30 de abril de 1850, deu-se a fundação do Instituto das Filhas de São José (“Eu as chamarei Filhas de São José, e vocês cuidarão das meninas que lhes forem confiadas, assim como São José cuidou de Jesus na sua santa infância. A vida das Filhas de São José, sobre a terra, será a vida de Jesus, Maria e José em Nazaré, vida de oração, trabalho e sacrifício...”).

Desde então, a educação proporcionada pelo Instituto é concebida como uma via de acesso para que o educando aprenda a ocupar o seu lugar no mundo, presente e futuro, de maneira a protagonizar o curso do seu aprendizado e da sua história pessoal e a engajar-se construtivamente na história humana.

Aqui no Brasil, as Irmãs Filhas de São José chegaram, em 1927, na cidade de Santa Rita do Passa Quatro, localizada no Estado de São Paulo, dando início ao trabalho educativo junto às crianças, adolescentes e jovens, seja na educação e instrução na Escola Pública, na catequese ou nos vários setores e grupos paroquiais, conforme o Carisma do Instituto das Filhas de São José e, em pouco tempo, o Carisma educativo do Padre Luís Caburlotto, se expandiu por outras cidades do Estado – São Paulo, Ribeirão Pires, Porto Feliz e Salto.

Para as Irmãs Filhas de São José celebrar os 165 anos de história do Instituto e a Beatificação do Padre Luís Caburlotto no ano instituído pela Igreja como ano da Vida Consagrada é também expressão do apreço do Padre Luís pela vida religiosa, entendida não somente como serviço, mas também como consagração a Jesus de pessoas que Ele escolhe para honrarem a Trindade e intercederem, unidas a Cristo, pela salvação de toda pessoa.

Neste contexto, faz-se sempre presente a dedicação do Padre Luís Caburlotto no cuidado em dar às Filhas de São José constituições adequadas e fundamentadas, um caminho seguro na linha carismática e espiritual, a Casa de Nazaré como modelo de comunidade religiosa a ser seguido e São José como modelo para cada religiosa, pois assim como em Nazaré José servia Jesus e Maria, também a Irmãs disponibilizam o seu serviço à educação das crianças, adolescentes e jovens que lhes são confiados.

As Irmãs Filhas de São José, conscientes da importância da missão educativa do Instituto, do serviço à Igreja e do Evangelho que diz: “Ide pelo mundo e anunciai o Evangelho a toda criatura”, buscam servir a Cristo na Itália, Brasil, Filipinas e Quênia, através do Carisma educativo e da Espiritualidade da Casa de Nazaré, herdados de Luís Caburlotto.

O marco neste ano é, sem dúvida, a beatificação do Padre Luís, sendo o reconhecimento do milagre atribuído por sua intercessão uma grande graça que não pode ficar guardada só para as religiosas que deve ser divulgada e compartilhada com todo o povo de Deus, para que possamos ter como um modelo a seguir no caminho da santidade.

A Beatificação será celebrada no 16 de maio p.f, em Veneza, na Catedral de San Marco, onde são esperadas cinco mil pessoas. No Brasil, haverá no dia 12 de julho de 2015, às 11 horas, na Catedral Metropolitana de Nossa Senhora da Assunção de São Paulo - Praça da Sé, uma Missa em Ação de Graças pela Beatificação do Padre Luís Caburlotto.

Peçamos a intercessão do Caburlotto pelas nossas famílias, pelos educadores, pelos educandos e pelas nossas queridas Irmãs, para que sejam sempre fieis ao Carisma e à Missão, transmitindo esta herança por muitas gerações.

#beatificaçãopadreluíscaburlotto

destaque
recentes